top of page
roy-javier-Qj2Z8m4y64E-unsplash_edited.jpg

Blog da AKVO
Para quem quer
saber mais sobre
 
ESG e sustentabilidade

Image by Nahil Naseer

Mudanças climáticas: impactos, adaptação e vulnerabilidades

Atualizado: 13 de set. de 2023



Em 2022, o IPCC apresenta o Sexto Relatório de Avaliação de Mudanças Climáticas (Sixth Assessment Report - AR6). A segunda parte desse relatório (Climate Change 2022: Impacts, Adaptation and Vulnerability) explora os impactos, adaptações e vulnerabilidades resultantes da situação climática atual e explora cenários possíveis considerando várias projeções futuras. As mudanças climáticas induzidas pelas ações humanas estão causando eventos extremos cada vez mais intensos e frequentes, que resultam em impactos adversos generalizados, além de perdas e danos para a sociedade e os ecossistemas.


Embora alguns esforços de desenvolvimento e adaptação tenham reduzido a vulnerabilidade, os extremos climáticos estão causando alguns impactos irreversíveis, na medida em que os sistemas naturais e humanos são levados além de sua capacidade de adaptação. Os padrões atuais de desenvolvimento insustentável estão aumentando a exposição de ecossistemas e sociedades aos riscos climáticos, colocando aproximadamente 3,3 bilhões de pessoas em contextos altamente vulneráveis. Esses impactos e riscos estão se tornando cada vez mais complexos e mais difíceis de administrar.


Se o aquecimento global exceder transitoriamente 1,5°C nas próximas décadas, muitos sistemas humanos e naturais enfrentarão graves riscos adicionais. Precisamos agir de maneira urgente para reverter a situação e limitar o aquecimento à 1,5°C. A redução de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) é um ponto chave para que esse objetivo seja atingido. Para tanto, a Organização das Nações Unidas organizou uma campanha global para promover a recuperação resiliente, evitando ameaças futuras, criando empregos adequados, com crescimento inclusivo e sustentável. A campanha Race to Zero propõe o compromisso aos seus apoiadores de zerar as emissões de carbono até 2050.


Seis cenários possíveis para o futuro climático do planeta: aumento de 1,1°C: onde estamos hoje; aumento de 1,4°C: se seguirmos o caminho do desenvolvimento sustentável, zerando as emissões de GEE até 2050; aumento de 1,5°C: objetivo do Acordo de Paris; aumento de1,8°C: se as emissões forem zeradas na segunda metade do século XXI, limitando o aquecimento global; aumento de 2,7°C: sem políticas climáticas adicionais, se as emissões continuarem até a metade do século XXI; aumento de 4,4°C: desenvolvimento baseado na utilização intensiva de combustíveis fósseis durante o século XXI. Fonte: The European Spacial Agency.


O Planeta é o único que conhecemos capaz de abrigar vida. As consequências das mudanças climáticas e do aquecimento global para a humanidade, para os ecossistemas e a biodiversidade estão interligadas. Contudo, o ser humano é o único agente dessa cadeia capaz de tomar atitudes efetivas para mitigar os efeitos que sua própria ação causou ao planeta. O primeiro passo nessa jornada é assumir a parcela de responsabilidade que cada um de nós possui.


Como podemos ajudar?


A AKVO ESG desenvolve ferramentas para que empreendimentos de todos os portes, dos mais diversos setores da economia, possam quantificar sua pegada de carbono e traçar estratégias de ação. O inventário de emissões de Gases de Efeito Estufa fornece um diagnóstico completo da situação: por meio dele é possível quantificar a pegada de carbono do empreendimento. Em seguida a gestão do inventário permite visualizar os pontos críticos e oportunidades e identificar onde mudanças são necessárias para otimizar os processos de maneira sustentável.


Por fim, a adesão ao Programa de Redução e Compensação de Emisões (PRCE) representa o compromisso com a ação, por meio do qual o empreendedor compensa as emissões que não podem ser evitadas e elabora metas e planos de ação para redução das emissões durante o próximo ano. A partir do segundo ano de engajamento, é possível comparar os dados dos inventários já elaborados, verificando o cumprimento das metas e dos planos de ação, que também poderão ser ajustados conforme a necessidade.


Pretendemos entregar sustentabilidade integrada de ponta à ponta, instrumentalizando nossos clientes para que se tornem os protagonistas de suas próprias jornadas rumo à sustentabilidade. A ação contra a mudança global do clima (ODS 13, da ONU) é apenas a primeira camada da nossa plataforma, que terá sua versão beta lançada no dia 11 de novembro.


Qual a sua meta de sustentabilidade para hoje? Acompanhe nossas redes sociais para saber mais!


Fontes:


Climate Change 2022: Impacts, Adaptation and Vulnerability


Explore ESA’s interactive Climate Change Kit


Race To Zero Campaign

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page